www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

AN/APS-125

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: E2C (Group 0) com AN/APS-125

Figura 1: E2C (Group 0) com AN/APS-125

Especificações Técnicas
Banda da frequência: 406 … 450 MHz
(bande UHF)
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
298 … 303,5 Hz
Largura de pulso (τ): 12,8 µs
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico: 1 MW
Potência média: 3,84 kW
Alcance instrumentado: 250 NM (≙ 460 km)
Resolução da distância:
Precisão:
Largura do feixe: 6,6°
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena
:
6 min⁻¹
MTBCF: 100 h
MTTR: 12 h

AN/APS-125

O AN/APS-120 foi um radar aéreo de reconhecimento Doppler de pulso de longo alcance operando na banda UHF, usado no E2C Hawkeye posterior como um radar de alerta antecipado, onde substituiu o AN/APS-120.

O radar tem a mesma cúpula de rotor de 24 pés (7,93 m) de diâmetro montada acima da fuselagem. Seu projeto é ainda mais complexo do que o do APS-120. Ele fornece localização e rastreamento automáticos por terra e contém várias proteções passivas contra interferência eletrônica. O AN/APS-125 teve que passar por um procedimento de „burn-in“ de 100 horas sob condições cíclicas de vibração, temperatura e operação para melhorar a baixa resistência do APS-120.

O APS-126 entrou em operação entre 1976 e 1978. Recebeu uma modernização que aumentou o alcance instrumentado para 300 NM (≙ 550 km) e foi então denominado AN/APS-138. O E2C recebeu o sufixo de nome „Grupo 0“. A modernização posterior do processamento de dados de radar levou às designações AN/APS-139 e E2C „Grupo 1“. Ele foi substituído por seu sucessor, o AN/APS-145, em 1988.

Fonte: