www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

Iguane

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: Breguet Atlantic com Iguane

Figura 1: Breguet Atlantic com Iguane

Especificações Técnicas
Banda da frequência: bande X
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
Largura de pulso (τ):
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico:
Potência média:
Alcance instrumentado: 130 NM (≙ 240 km)
Resolução da distância:
Precisão:
Largura do feixe:
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena:
MTBCF:
MTTR:

Iguane

O Iguane (designação do fabricante: DRAA-10A ou TMV-118) é um radar de reconhecimento marítimo de banda X para instalação em aeronaves de asa fixa. A sensibilidade do radar permite detectar pequenos alvos, como periscópios submarinos. Ele pode operar simultaneamente no modo de busca de superfície e no modo meteorológico e é capaz de realizar a busca e o rastreamento de alvos simultaneamente (Track-while-Scan). Um radar de identificação secundário (IFF) é integrado ao radar. O peso total do sistema é inferior a 170 kg.

O radar utiliza uma antena parabólica com características Cosecans² invertidas. O sinal transmitido é modulado intra-pulso. O receptor utiliza filtros clássicos de onda acústica de superfície com uma taxa de compressão de pulso de 500:1, alcançando uma resolução de alcance na faixa de poucos metros.

O desenvolvimento técnico foi concluído em 1979, e o primeiro protótipo voou em maio de 1981. Uma instalação foi no Breguet Atlantic como um pequeno radome retrátil sob a fuselagem frontal da aeronave. Cerca de 90 exemplos foram produzidos.