www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

Tipo 996

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: Radar tipo 996 (classe FFG „Duke“)
© 2013 Jörg Waterstraat, www.kriegsschiffe.net

Figura 1: Radar tipo 996 (classe FFG „Duke“)
© 2013 Jörg Waterstraat, www.kriegsschiffe.net

Especificações Técnicas
Banda da frequência: bande E/F
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
Largura de pulso (τ):
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico:
Potência média:
Alcante maximo:
Resolução da distância:
Precisão:
Largura do feixe em azimute:
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena:
30 min⁻¹
MTBCF:
MTTR:

Tipo 996

O radar Tipo 996 é um radar de reconhecimento 3D e identificação de alvos utilizado pela Marinha Real e opera na banda E/F. A designação para a versão de exportação é AWS-9. O tipo 996 foi projetado especificamente para atender aos requisitos da Marinha Real para o reconhecimento aéreo e marítimo em geral e especificamente para a atribuição de alvos a sistemas de armamento existentes. O sistema usa um padrão de antena de feixe empilhado e é ágil na freqüência devido ao seu projeto de transmissor como um tipo de amplificador de potência. O moderno processamento de sinais de radar e as extensas contramedidas eletrônicas permitem a operação mesmo durante uma complicada situação de interferência. O radar Tipo 996 fornece continuamente dados tridimensionais sobre todos os alvos aéreos e marítimos dentro de seu alcance de detecção com uma precisão suficiente para o engajamento bem sucedido de armas. Os dados de pista digitalizados sobre alvos aéreos e marítimos podem ser automaticamente retransmitidos para o sistema de comando e informação no navio.

A antena é um phased array que utiliza uma alimentação de várias linhas por meio de striplines. É mecanicamente estabilizado em dois eixos (rolo e passo). Três antenas de buzina passivas adicionais montadas na antena do radar recebem emissões de interferência inimiga para suprimir e indicar a direção da recepção. Um tubo de ondas progressivas é usado como estágio de saída no transmissor. O receptor é um receptor superheterodyne duplo e usa técnicas de compressão de pulso. O extrator de alvos baseado em software pode processar mais de 100 alvos.

A versão para exportação (AWS-9) está disponível como um radar 2D ou 3D. A versão 2D utiliza uma antena parabólica com radiador de buzina. Esta versão é utilizada, por exemplo, nas fragatas da classe „Oslo” e é mostrada na figura 2.

Galeria de imagens de radar tipo 996

Figura 2: KNM Narvik no porto de Trondheim, em 2006.