www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

AN/SPQ-11 „Cobra Judy“

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: O sistema de radar AN/SPQ-11 „Cobra Judy“ de banda S está localizado na popa do navio, com a antena parabólica de banda X „Cobra Judy“ acima dele, sob um radome.

Figura 1: O sistema de radar AN/SPQ-11 „Cobra Judy“ de banda S está localizado na popa do navio, com a antena parabólica de banda X „Cobra Judy“ acima dele, sob um radome.

Especificações Técnicas
Banda da frequência: 2 900 … 3 100 MHz
(bande S)
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
CW … < 400 kHz
Largura de pulso (τ): CW … > 50 ns
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico:
Potência média:
Alcante maximo: > 2 000 NM
(≙ > 3 700 km)
Resolução da distância:
Precisão:
Largura do feixe em azimute:
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena:
MTBCF:
MTTR:

AN/SPQ-11 „Cobra Judy“

O AN/SPQ-11 „Cobra Judy“ é um radar de reconhecimento que opera na banda S para detecção e rastreamento de mísseis balísticos intercontinentais lançados da Rússia em direção ao Pacífico. O radar é baseado no navio da Marinha dos EUA „Observation Island“ e foi desenvolvido em 1976. O radar da banda S tornou-se totalmente operacional em 1981.

A antena octogonal em fase passiva tem um diâmetro de cerca de 7 m e consiste de 12 288 radiadores. O transmissor utiliza um amplificador que consiste em 16 tubos de ondas progressivas conectados em paralelo.

O radar é montado rotatoriamente no navio. O sistema inteiro pesa cerca de 250 toneladas e tem uma altura de pouco mais de 12 m.