www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

N-22

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: N-22

Figura 1: N-22

Especificações Técnicas
Banda da frequência: bande S
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
1 000 Hz
Largura de pulso (τ): 10 µs
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico: 90 kW
Potência média:
Alcante maximo: 100 km
Resolução da distância:
Precisão: 100 m; 0,2°
Largura do feixe em azimute:
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena:
12 ou 24 min-1
MTBCF:
MTTR:

N-22

O N-22 é um radar de reconhecimento aéreo táctico da banda S com curto a médio alcance. Também pode ser usado como um radar para o reconhecimento de alvos de baixa altitude para colmatar lacunas na cobertura do radar. O intervalo de altitude do reconhecimento estende-se até 7 000 metros. O reflector de antena parabólica mede 4,2 × 3,1 m e produz um diagrama esquadriado cosecântico.

O predecessor deste radar foi o N-21, que na sua última versão utilizava a mesma antena em outro veículo de transporte. No radar N-21 foi usado um amplitron como amplificador de potência do transmissor. Isto é alimentado por um tubo de ondas viajantes do tipo LO-301M. O N-22 é utilizado como um radar de mira para o russo 9K33 Osa (código NATO: SA-8 “Gecko”), um carro automotriz para mísseis terra-ar de curto alcance. A N-22 foi fabricada pela empresa RADWAR na Polónia (agora: PITRADWAR). O radar é montado num chassis 8×8 modificado do Tatra 815. Tem uma cabine de operador hermética blindada no meio com duas estações de trabalho com visor. Um mastro extensível com a antena de radar é montado na parte de trás.

A N-21 foi colocada em produção no final dos anos 80 e a N-22 está em produção desde meados da década de 90.

Galeria de fotos de N-21, N-22

Figura 2: O radar N-21MI utilizava um SPG-1 não blindado.