www.radartutorial.eu www.radartutorial.eu Noções básicas de radar

AN/TPS-70

Descrição do conjunto de radares, características técnico-táticas

Figura 1: AN/TPS-70 antenna

Figura 1: AN/TPS-70 antenna

Especificações Técnicas
Banda da frequência: 2 900 … 3 000 MHz
(bande S)
Intervalo de repetição
de pulsos (PRT):
Freqüência de repetição
de impulsos (PRF)
:
250 − 275 Hz
Largura de pulso (τ): 6,5 µs
Período de recepção:
Período de descanso:
Potência de pico: 3,5 MW
Potência média: 6,2 kW
Alcante maximo: 450 km
Resolução da distância:
Precisão:
Largura do feixe em azimute: 1,5º
Número de impulsos recebidos:
Velocidade de
rotação da antena:
6 min-1
MTBCF: 600 h
MTTR: 0,5 h

AN/TPS-70

O AN/TPS-70 é um radar móvel 3D de phased array operando na banda S. Pode localizar alvos em várias condições ambientais até uma distância de 450 km. É um sucessor da AN/TPS-43.

O radar pode exibir tanto uma tela analógica com dados brutos como uma tela sintética com dados digitais (plots ou tracks). O processamento de dados de radar controlado pelo processador inclui a aquisição de dados brutos e dados processados digitalmente de vários dispositivos de radar, um filtro para supressão de alvos fixos e vários filtros para alvos. O radar tático AN/TPS-70 oferece confiabilidade, sensibilidade e precisão, mesmo sob condições de desordem complexa e fortes ecos de alvo fixo.

O pulso de transmissão é modulado intra-pulso usando chaveamento de deslocamento de fase em quadratura. Isto permite que os alvos sejam localizados mesmo dentro dos 6,5 µs de pulso de transmissão. O transmissor usa um twystron pulsado como amplificador de potência.

A antena tem 5,5 m de largura e 2,54 m de altura. É composto por 36 guias de onda horizontais com 98 radiadores de ranhura cada um. As antenas alimentadas em série são ligadas e formam seis diferentes padrões de antenas estreitas na seção de recepção da antena simultaneamente com uma largura de -3dB a um ângulo de elevação de 2,3° a 6°. O pulso de transmissão é irradiado da metade superior da antena ao longo de todo o alcance do ângulo de elevação de 0° a 20°. Isto assegura o cálculo da elevação do alvo com tempo de iluminação elevado e taxa de acerto ao mesmo tempo, o que suporta uma óptima supressão e reconhecimento de alvos fixos.

O AN/TPS-70 fornece uma interface automatizada para dados de radar digitalizados, tanto no formato de plotagem como de pista. Além da detecção de alvos, o extrator de plotagem gera um mapa dos alvos fixos, decodifica as respostas de identificação de amigos/foe, correlaciona-as com os dados primários do radar e filtra as interferências. Um relatório é gerado para cada alvo e enviado para os postos de comando ligados ao radar. O extractor de parcelas pode detectar e localizar automaticamente até 500 alvos. Para cada alvo, são adicionadas informações adicionais como identificação, curso e velocidade, bem como informações sobre a força do sinal de eco.

Todo o controle do sistema é realizado através de uma tela sensível ao toque. Mais de 100 menus permitem uma operação amigável e todas as configurações do radar podem ser feitas. As situações críticas e as mensagens de erro são apresentadas ao operador. Cada radar está equipado com dois ecrãs deste tipo: um ecrã está localizado por cima da estação de trabalho de controlo de rádio, outro na parte de trás do abrigo para fins de manutenção.

O sistema é composto pela antena principal com a antena IFF montada no topo, o abrigo com a eletrônica e a estação de trabalho do operador de rádio. Para facilitar o transporte, ambos os elementos podem ser carregados separadamente em caminhões, aviões ou helicópteros.